[pt] Agosto Indígena

Neste mês a APIB chamou pra um Agosto Indígena com varias movilizaçoes.

Nos pegamos uma parte do evento da publicação do Dossiê Internacional de Denúncias e traduzimos pra a audiência alemão.



avatar
Fabian Kern

[pt] adote um parque

O Adote um Parque, instituído por decreto, é um programa criado para atrair recursos com o objetivo de custear a conservação dos parques nacionais. O CNS critica fortemente o programa. A mercantilização da natureza junto com o “Greenwashing” das empresas tira a alma das territórios protegidas.

Nos conversamos com A Edel Moraes vice-presidente do Conselho Nacional das Populações Extrativistas.


avatar
Edel Moraes

avatar
Fabian Kern

[pt] a guerra civil esta acontecendo

Hoje estamos falando vom Wenceslau Junior que faz parte do coletivo antirassista panteras pretas e também organiza o projeto social Garage Roots Pelas Ruas que entrega refeições pra a população em situação de rua.

Estamos falando sobre os marginalizados especialmente a sociedade negra no brasil que sofre com a omnipresença da violência no seu dia a dia.

avatar
Wenceslau Junior
avatar
Fabian Kern

[pt] a alianca da media com o governo

A pesar da critica massiva do Presidente Bolsonaro Telejornais e impressos violam direito à comunicação, invisibilizam protestos ocorridos no país e suas consequências para a disputa política.

Ao mesmo tempo relatórios lançados pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos e pela Repórteres Sem Fronteiras retratam sérias violações no direito a comunicação.

avatar
Fabian Kern
avatar
Paulo Victor Melo

[pt] Participação social e justícia climática precisa do transporte publico

O movimento passe livre demanda um transporte publico sem a exclusão social que representa a tarifa pra grandes partes da cidade. Mas não só o aspecto social obriga a nossa sociedade de repensar o financiamento do transporte publico. Sem transporte publico eficaz as cidades não funcionam e sonho do carro privado resulta em um pesadelo pra a cidade porque tudo mundo fica parado no trafico em vez de chegar no destino.

Thais Lamoza e Fabian Kern refletem sobre as consequências da pandemia sobre o transporte publico tanto no Brasil como em Alemanha e discutem um futuro que inclui todas partes da sociedade e diminua os impactos negativos da mobilidade.

Links:

Buch: Daniel Santini: Transporte como direito – Passe livre – As possibilidades da tarifa zero contra a distopia da uberização

Tarifa Zero: a cidade sem catracas

[pt] Obscurantismo em tempos de Corona

A ciência trouxe a humanidade onde ela está hoje. Sem a ciência, eu não poderia escrever essas linhas em um computador e você não poderia baixar este podcast pela Internet. Apesar de todos esses avanços, a população têm perdido a fé na ciência. No campo político, essa descrença tem se tornado cada vez mais evidente no governo de Jair Bolsonaro.
Em tempos em que uma pandemia coloque risco à vida, essa hostilidade em relação à ciência é um grande problema, mesmo para aqueles que continuam a acreditar nela. Hoje conversamos com Saulo Henrique Souza Silva, professor de Filosofia da Universidade Federal de Sergipe (UFS).


avatar
Saulo Henrique Souza Silva

avatar
Fabian Kern
avatar
Nils Brock
avatar
Paulo Victor Melo

[pt] Escola nos tempos da pandemia

Tanto na Alemanha quanto no Brasil, ao lado dos milhões de técnicos de futebol há desde o começo da Pandemia também milhões de ministros e ministras da Cultura, que entendem tudo sobre como os alunos e as alunas devem ser ensinados nesses tempos de pandemia do Corona.


Tanto na Alemanha quanto no Brasil, a questão dos ensinos básico e médio é responsabilidade dos governos dos Estados e Municípios e não do governo federal.

Tanto na Alemanha quanto no Brasil, há escolas públicas e particulares. As reações à pandemia não diferem muito umas das outras, mas as razões para isso, por outro lado, são muito diversas.


Sobre esse tema nós conversamos com Niko Dettling, professor aqui em Freiburg, e com o Dr. Gerson Pomari, professor da Universidade Estadual de Maringá, no Estado do Paraná.

avatar
Niko Dettling
avatar
Gerson Pomari
avatar
Fabian Kern

[pt] Bolsonaro e o Partido dos Trabalhadores são os perdedores nas eleições municipais

As eleições municipais brasileiras ocorrem sempre entre as eleições presidenciais e por esse motivo são consideradas um importante termômetro dos ânimos da política atual em âmbito federal. Há dois anos o atual presidente Jair Bolsonaro enfrentou o candidato do Partido dos Trabalhadores (PT) Fernando Haddad no segundo turno. Essas duas figuras de grande peso político perderam muito apoio nas atuais eleições. Contando com a participação de Robertha Barros e Paulo Victor Melo, que moram atualmente em Berlim, discutimos neste programa quem serão os vencedores destas eleições.

As eleições municipais brasileiras ocorrem sempre entre as eleições presidenciais e por esse motivo são consideradas um importante termômetro dos ânimos da política atual em âmbito federal. Há dois anos o atual presidente Jair Bolsonaro enfrentou o candidato do Partido dos Trabalhadores (PT) Fernando Haddad no segundo turno. Essas duas figuras de grande peso político perderam muito apoio nas atuais eleições. Contando com a participação de Robertha Barros e Paulo Victor Melo, que moram atualmente em Berlim, discutimos neste programa quem serão os vencedores destas eleições.

avatar
Robertha Barros
avatar
Paulo Victor Melo
avatar
Fabian Kern
avatar
Tilia Götze
avatar
Hannah Dora

[pt] A desregulamentação ambiental encoberta pela crise do COVID-19 no Brasil

Em 2019 o mundo inteiro viu o Pantanal e o Amazonas queimarem. A área devastada foi equivalente os estados de São Paulo e Rio de Janeiro juntos. Em termos de comparação isso corresponde a cerca de 80% da área da Alemanha. As queimadas são comuns em períodos de seca, mas elas se agravaram com desmatamento ilegal na área. Na época, inúmeros chefes de Estado criticaram o Brasil pela sua inércia, e a Alemanha, assim como a Noruega, suspenderam o repasse de milhares de euros ao Fundo Amazônia.

A situação do meio ambiente no Brasil não melhorou desde então. Para piorar o cenário, o atual ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, revelou em uma gravação ministerial em abril deste ano que, com o aumento do número de casos de COVID-19 no Brasil, seria o momento oportuno para a aprovação da desregulamentação de leis ambientais no país, em outras palavras, facilitar o desmatamento em áreas de proteção ambiental e aliviar as penalidades até então aplicadas àqueles que violavam à legislação ambiental enquanto a atenção da mídia estaria voltada para a pandemia.

Depois dessa fala muitas organizações no Brasil se posicionaram veementemente contra essa fala. Dentre elas a organização internacional WWF Brasil. Convidamos para o podcast de hoje o Diretor Executivo do WWF Brasil, Mauricio Voivodic, que nos explicou em detalhes sobre a situação atual brasileira, o posicionamento do governo atual frente à questão ambiental, além de trazer valiosas contribuições sobre cooperação internacional e formas de pressão internacional para a proteção desse bem único: o meio ambiente.

avatar
Mauricio Voivodic
avatar
Fabian Kern
avatar
Stefani Rackes da Silva
avatar
Livia Duarte

[pt] Os invisíveis que lutam pela vida

o COVID-19 e a população carcerária brasileira

A falta de uma política clara de contenção da pandemia de COVID-19 no Brasil afeta negativamente (e exponencialmente) os grupos mais vulneráveis, especialmente nas favelas e comunidades carentes. A população carcerária brasileira tem vivido à margem das políticas públicas e de qualquer garantia de direitos fundamentais há muito tempo. Em geral, 40% dos presos estão presos provisoriamente e muitos desses nunca exerceram seu direito de defesa. E eles têm um rosto: são negros, pobres oriundos da periferia. Com a crise do COVID-19 no Brasil a situação para esse grupo tem ficado cada vez pior: as famílias não podem levar itens de higiene básica ou alimentos; autorizações de soltura para presos doentes, mulheres grávidas e lactantes são negados. O que há é a decretação de sua sentença de morte e sua estigmatização.

Nosso convidado Frank Fechner trabalha em duas prisões próximas de Berlim. Ele nos relatou como está sendo o dia-a-dia dos presos na Alemanha durante essa pandemia, e também compartilhou os maiores medos em relação a um possível surto de contágio. Como convidada, também trouxemos a irma Petra Pfaller que é coordenadora da Pastoral Carcerária e trabalha há 25 anos no atendimento da população carcerária no Brasil. Ela compartilhou muito da sua experiência local e quais são os maiores problemas (e perigos) enfrentados por essa população.

O +1C@fé traz esse podcast para que cada vez mais as pessoas possam se sensibilizar, afinal, a vida e a dignidade humana devem sempre prevalecer. Permaneçam saudáveis e fiquem em casa.

avatar
Irmã Petra Silvia Pfaller mc
avatar
Frank Fechner
avatar
Fabian Kern
avatar
Nils Brock
avatar
Livia Duarte
avatar
Stefani Rackes da Silva